Comércio tem queda de 5,2% em 12 meses

Home » Notícias » Notícias » Comércio tem queda de 5,2% em 12 meses

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou, neste mês, os números da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) referentes a janeiro deste ano. Seguindo os resultados observados em 2015, o indicador de volume de vendas mostrou uma retração de 10,3% em janeiro de 2016, em comparação com o primeiro mês do ano passado. O índice, que no acumulado em 12 meses caiu 5,2%, segue sendo influenciado pela deterioração dos indicadores macroeconômicos e pela baixa confiança dos agentes na economia. Para o varejo ampliado, os índices de vendas foram ainda piores: -13,3% na comparação mensal e -9,3% no acumulado em 12 meses.

De acordo com o economista da Fecomércio MG, Guilherme Almeida, ao analisar a série histórica, percebe-se que janeiro apresentou volumes de vendas inferiores aos demais meses. “Tal fato se deve aos tributos a serem pagos pelas famílias no primeiro mês do ano, além das despesas com matrículas escolares. Entretanto, tomando apenas o mês de janeiro como base para cada ano, a retração se mostrou mais intensa, o que mostra a influência dos indicadores sobre o comportamento do consumidor e a queda na confiança”, avalia Almeida.

Na comparação mensal, todas as atividades apresentaram recuo, com destaque para o segmento de móveis e eletrodomésticos (-24,3%), equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (-24%) e veículos e peças (-18,9%).

O IBGE também divulgou a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS). Influenciados pela queda na atividade econômica e pela piora nos indicadores, os serviços recuaram 5% em janeiro. Na décima queda seguida, as principais influências negativas vieram dos transportes; auxiliares e correio; serviços profissionais, administrativos e complementares; serviços de informação e comunicação; e serviços prestados às famílias. Conforme o economista, o transporte está fortemente ligado ao desempenho da atividade econômica e à produção industrial e, como em 2015 ambos os indicadores caíram, é natural haver um recuo na atividade do serviço. A ascensão da inflação, dos juros e do desemprego também contribuiu para a queda nos indicadores.

Acesse a Pesquisa Mensal do Comércio por meio deste link.

Clique aqui para conferir a Pesquisa Mensal de Serviços.