Expectativas positivas para o turismo em 2016

Home » Notícias » Notícias » Expectativas positivas para o turismo em 2016

Com a alta do dólar, cresce a preferência dos brasileiros pelos destinos nacionais. De acordo com uma pesquisa do Ministério do Turismo (MTur) realizada em dezembro de 2015 em sete cidades do Brasil* – entre elas Belo Horizonte –, quase 87% dos brasileiros estão com a intenção de viajar nos próximos seis meses e planejam visitar destinos no próprio país. O índice, que é o mais alto dos últimos dez anos, representa um aumento de 8% em relação ao mesmo período de 2014. O Nordeste segue como região preferida, com 36,9% das escolhas, seguida pelo Sudeste, com 36,8%, o Sul com 17%, Centro-Oeste (6%) e Norte (2%).

A secretária-adjunta da Secretaria de Turismo de Minas Gerais, Silvana Nascimento, destaca que a expectativa para o turismo doméstico no Estado é de crescimento, porém é fundamental que as áreas de comércio e serviços do trade turístico estejam alinhadas e trabalhem em conjunto para fazer promoções e disponibilizar um atendimento de qualidade com o objetivo de atrair e fidelizar os turistas. “O fortalecimento do setor será possível por meio de destinos que fazem parte dos circuitos turísticos, como Ouro Preto e Escarpas do Lago. A dica é que as regiões façam pacotes de viagem incentivando o lazer de verão nas reservas ecológicas e cachoeiras de Minas”, ressalta.

Segundo um estudo do MTur realizado em outubro de 2015, a capital mineira possui o maior índice de intenção de viagem (nacional ou internacional) dos brasileiros: 33,6%, sendo que para destinos nacionais a intenção de viagem é de 25%, um pouco acima do registrado em 2014, que era de 24%. “As Olimpíadas Rio 2016 são outro atrativo para os turistas”, diz Silvana.

Já a vice-presidente de Certificação e Capacitação da Associação Brasileira de Viagens (Abav), Regina Casale, conta que, no âmbito nacional, as agências de viagem estão investindo em promoções e procurando novos destinos e roteiros diferenciados para movimentar a atividade turística. “Para quem deseja viajar neste momento instável da economia, sugiro a procura de um agente de viagem para saber sobre os detalhes do local e como viajar sem gastar muito, isento de problemas e surpresas negativas”, aconselha.

* A pesquisa do MTur foi realizada em Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, cidades que juntas correspondem por 70% do fluxo turístico no país.